Guia de Eventos de Setúbal

A sua pesquisa não obteve nenhum resultado
leituras Os dramas humanos na mesa cirúrgica da literatura março 2020

Peter Handke ganhou o Prémio Nobel da Literatura em 2019, o que levantou um coro de protestos nos média mainstream ao serviço do pensamento dominante. Handke causou enorme controvérsia quando denunciou a política belicista da NATO que levou ao desmembramento da Jugoslávia(1) e quando fez o elogio fúnebre de Milosevic, que foi absolvido pelo Tribunal Internacional de Haia. Uma atitude corajosa que lhe valeu o ostracismo que, ao fim de muitos ...

leituras Contra todas as evidências acreditar na Humanidade janeiro 2020

Karel Capek é um dos mais importantes autores da literatura de ficção científica, em que o escopo é tornar possível o improvável. Distingue-se a sua obra, que não é extensa, Capek morreu jovem, por colocar problemas reais que começam a emergir e que, potenciados, conduziriam a desastres para a humanidade. Isso o diferencia de outros autores de ficção científica e originou uma escola dentro desse ...

leituras Inventar a História para que a Memória não se Apague novembro 2019

Hélder Mateus Costa é um nome incontornável na História do Teatro em Portugal. Estudou Direito em Coimbra, onde participou no CITAC, e em Lisboa, onde foi director do Grupo Cénico de Direito. Em Paris licenciou-se na Faculdade de Letras/Institut d’Études Théatrales e foi fundador do Teatro Operário de Paris. Regressado a Lisboa foi um dos fundadores, encenador e autor de peças teatrais do Grupo de Acção ...

leituras Um livro manifesto sobre a realidade que nos rodeia setembro 2019

“Para onde vai uma pessoa quando não sabe para onde há-de ir?” Em duas páginas seguidas a mesma frase solitária no branco do papel. Um lugar-comum com a carga emocional de cortar a trama ficcional de “Eu Vou, Tu Vais, Ele Vai”, em que se analisa um quotidiano kafkiano num romance nada kafkiano. Um alemão da Alemanha de Leste, especialista em Filologia Clássica, viúvo, acabado de se reformar, atravessa a Alexanderplatz ...

leituras Viagens Invulgares da Condição Humana julho 2019

“A minha primeira viagem fi-la a pé pelos campos. Só deram pela minha ausência passado muito tempo, o que me permitiu percorrer uma boa distância. (...) Debruçada no topo do dique, fitando a corrente, dei-me conta de que, apesar de todos os perigos, tudo o que está em movimento é sempre melhor do que aquilo que está em repouso, que a mudança é mais nobre do que a estabilidade, que tudo o que estagna acabará por ...