Guia de Eventos de Setúbal

Humor desconcertante, inteligente, sofisticado
leituras

Humor desconcertante, inteligente, sofisticado

maio 2019

José Sesinando, pseudónimo de José Palla e Carmo, é um escritor singular no panorama literário português. É um autor erudito, cultor de uma escrita sofisticada, que ostensivamente olha para a vida e para a coisa literária com um humor cortante.

Tornou-se conhecido por uma coluna memorável no JL “Escrituralismo”, uma das muitas palavras que inventou para dar mais sentido ao nonsense com que desconstruía o que colocava na lamela do seu microscópio.

Na “Obra Perfeitamente Incompl ta”, reúnem-se os três volumes de criação literária humorística que o autor organizou e publicou em vida: “Obra Ântuma” (Publicações Europa-América, 1986), compilação de inéditos e dispersos em prosa e verso; “Olha, Daisy – 50 Variações sobre o ‘Soneto já antigo’ de Fernando Pessoa” e “Heteropsicografia – 60 Variações sobre a ‘Autopsicografia’ de Fernando Pessoa” (estes dois saídos em 1985 em edição artesanal, escritos numa altura em que a maré de enfado perante a glorificação do poeta dos heterónimos não parava de crescer).

Os títulos enunciam que José Sesinando é um mestre do estilo paraprosdokian em que na articulação de frases a segunda surpreende o sentido esperado da primeira − ântuma, antes de morrer –, o que o faz mais elaborado do que o trocadilho vulgar e menos conhecido do que o invulgar.

Abra-se uma página dos “Poemas Inexperimentais” e entra-se numa “douda correria” a pedir dicionários e imaginação para agarrarmos José Sesinando em acção, apanharmos a sua argúcia, talento, erudição, inteligência, a graça imparável e incomparável desse virtuoso e acrobático humorista dedicado a subverter língua e géneros literários.

Ele que foi também um dos fundadores do PEN Club Português e traduziu escritores e poetas de língua inglesa, como H.G. Wells, John Osborne, Ezra Pound, T.S. Eliot, William Carlos Williams, Lawrence Ferlinghetti e Allen Ginsberg. “Obra Perfeitamente Incompl ta” é, para o leitor, uma interminável viagem pelo humor desconcertante do autor a iluminar um riso inteligente e sem fronteiras.

 

Obra Perfeitamente Incompl ta
José Sesinando
Tinta da China
Edição: Abel Barros Baptista e Luísa Costa Gomes
Prefácio: Abel Barros Baptista
Coordenador da Coleção: Ricardo Araújo Pereira
Capa: Tinta da China (V. Tavares)
1.ª edição: junho 2018
312 páginas

 

Manuel Augusto Araújo
Membro do Conselho de Redação da “Vértice”

 

Texto escrito com as regras anteriores
ao novo acordo ortográfico